sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Quem dará o primeiro tiro?

A War of the Supermen se aproxima. E muitas perguntas pairam no ar. Perguntas que, muito provavelmente, só serão respondidas com o inicio da saga. Mas isso nunca impediu ninguém de especular, não é?

Como será que a Guerra vai começar? Quem vai atacar quem?

Vamos analisar os fatos, só avisando: Tem Spoilers (Ou não... Depende se eu acertar)!

Bom...
Um fator interessante sobre a War of the Supermen é que ela foi um evento que veio sendo construído de forma gradativa. Nada foi empurrado goela abaixo dos leitores. Arco após arco, evento após evento, a relação entre a Terra e Novo Krypton foi se tornando pior. Até que chegou ao ponto de ser insustentável. Uma guerra entre esses planetas não só era previsível, como também inevitável.

Como aconteceu nas duas grandes guerras, não é um simples evento que desencadeou os conflitos. Mas uma série de eventos que criaram o efeito dominó.

Vamos desconsiderar os eventos que antecederam a War of the Supermen, propriamente ditos, para partir dos princípios dos fatos que serão mais imediatos em um pré-guerra. Resumindo, analisar apenas o arco “Last Stand of New Krypton” e as capas da saga que foram divulgadas.


No arco (Divulgado como tendo 3 edições) Last Stand of New Krypton, Brainiac atacará Novo Krypton tendo Luthor como “prisioneiro”. Como podemos ver nas capas divulgadas, todos os principais personagens estão vivos, ou seja, o ataque do Brainiac não vai matar ninguém “importante”. Por tanto, não vamos trabalhar com a hipótese de que foi a morte de alguém o estopim responsável pelo inicio da guerra.


Como podemos ver, nessa primeira capa, Superman, Superboy (que deve ter parado em Novo Krypton perseguindo Brainiac e Lex) e Alura estão lutando contra Zod e seus “capangas”. Ao que tudo indica, ainda em Novo Krypton, considerando a arquitetura dos prédios ao fundo.

Isso pode significar que Zod finalmente “botou as asinhas de fora” e mostrou para Alura que ele não é o herói que todos achavam.



Já na segunda capa, vemos a Supergirl chegando triunfante. Em suas mãos, a bandeira de Novo Krypton. Porém, ela esta acompanhada de reforços, muito provavelmente, humanos. Alem disso a cara do Superman não demonstra nem preocupação, nem temor, nem nada. Ele simplesmente a olha. Isso, possivelmente indica que a Supergirl vai chegar com a cavalaria para ajudar Kal-El e os outros na guerra.


Partindo para a terceira capa vemos, novamente, o que promete ser o centro da guerra: O Conflito Superman x General Zod.

Até a terceira capa, uma coisa ainda não está clara: A guerra vai realmente se passar na Terra? Ao que parece, NÃO!

Como cada revista só tem 25 minutos de historia, é pouco provável que o cenário dos conflitos mude de forma drástica. Ou seja, as chances do palco dos conflitos ser em Novo Krypton é grande. Isso explicaria a sobrevivência da Terra nessa guerra.


E, para finalizar, a ultima capa. A única que pode mostrar que o palco da guerra pode chegar na Terra. Mesmo não sendo certeza. Vou chutar alto: Na terceira edição, Novo Krypton deixará de existir. Explodiu. Saiu de órbita. Alguma coisa assim. Isso vai levar Zod e os outro Kryptonianos à invadir a Terra. Isso explicaria a união de membros de todos os Clãs em uma investida contra a Terra (E não apenas os Militares).

Bom, depois de todo esse exercício de imaginação, resta esperar para saber se alguma coisa nisso tudo está certo, ou eu só falei besteira.

4 comentários:

Anônimo disse...

Bem explicado, e estes spoliers ajuda pra quem não acompanha as revistas do Super.. Vlw
Athlon DSC

13 de fevereiro de 2010 12:24
Anônimo disse...

Cara uma visão bem interessante do conflito... Só nos resta esperar pra conferir...

Abração

JC Lopes DJ
The Master of the Universal Symphony

13 de fevereiro de 2010 15:17
Anônimo disse...

Boa concepção. E nenhuma das capas faz referência a qualquer grupo de superequipes da Terra. Ninguém da Liga, da Sociedade, nenhum titã, nem sequer um representante da Tropa dos Lanternas... o que mostra que foi realmente um evento rápido, brusco, que pegou a todos de surpresa e o Superman só pôde contar com seus cupinchas que carregam o "S", que provavelmente, ele tem como acionar imediatamente caso haja alguma gravidade.

Dark Kent

15 de fevereiro de 2010 01:17
Cachapuz disse...

Parabéns pela análise.

15 de fevereiro de 2010 17:13

Postar um comentário